3 de janeiro de 2010

Melodia, Harmonia e Ritmo

O que o atrai mais numa música: a melodia, a harmonia ou o ritmo? Certo, a combinação disso é importante, mas se tiver que escolher um dos três aspectos para definir o seu repertório predileto, qual seria? Pense bem. Vamos ver isso por partes.

Pense em algumas das suas músicas preferidas, incluindo todos os tipos de música que você costuma ouvir. Vale trilha sonora de filmes e novelas, programas de televisão, músicas para ouvir no rádio do carro, músicas de meditação e de igreja. Dessas, tire a letra e pense em quais são marcadas pela melodia, pela harmonia e pelo ritmo. Provavelmente a maioria tem uma melodia bonita e um ritmo bem definido; nada de especial na harmonia.

Agora pense nas músicas religiosas modernas: costumam ter um ritmo rico em "desencontros", ao contrário dos mais "quadrados" de antigamente. A música "Castelo Forte", de de Lutero tinha harmonia e melodia mais elaboradas enquanto o ritmo era bastante simples. A melodia é um pouco menos marcante que a harmonia porque cada verso apresenta muitas semelhanças com os outros (veja que cada frase repete um tema ou variantes de um tema). A harmonia destaca-se nas músicas antigas. Harmonia "quadrada" é via de regra bem elaborada, no sentido de buscar um equilíbrio entre consonâncias e dissonâncias. No estudo mais profundo da música, percebem-se as dificuldades na composição, até das melodias religiosas antigas baseadas no "cantus firmus". Para quem não estudou sobre o assunto, saiba que a regra é tão rígida que fazer uma melodia bonita e agradável é uma arte. Colocar a harmonia tem outras regras de dissonância/consonância também difíceis. Um exemplo do que se precisava saber é a "clausula vera". Busque na internet sobre isto.

A música religiosa atual tem uma melodia geralmente mais simples, em algumas partes tem um ritmo mais acentuado (que chama mais a atenção) e geralmente ninguém vai perceber a harmonia. As mais refinadas são gravadas e mixadas nos Estados Unidos, com músicos profissionais (entenda-se: tecladistas, violonistas, bateristas, guitarristas, saxofonistas etc). O destaque fica com a expressão da dinâmica (forte/fraco).

Conforme já havíamos discorrido anteriormente, além da música, é necessário ter uma boa letra, a orquestração rica, o uso de instrumentos de cordas como violinos, os ornamentos, as dinâmicas, as mudanças de ritmo etc. Melodia, harmonia e ritmo definem a estrutura básica que representa uma música. A outra parte é o sopro de vida. Podemos dar vida a uma música ao executá-la, mas de certa forma, o efeito da música sobre as pessoas pode ser até certo ponto modificado, ampliado ou ajustado, mas me parece que por si só existe um poder intrínseco numa música definida pela melodia, harmonia e ritmo. Há músicas tristes e alegres, reflexivas e energizantes, claras e obscuras, sensuais e espirituais. Há um efeito que pode ser positivo, neutro ou negativo sobre alguns aspectos. Podemos mudar um pouco isso na execução, mas é a escolha da música que define a alma do sentimento que produzirá. Podemos reviver ou não a "alma" da música.

"Love Story" é uma música instrumental que pode ser extremamente triste e reflexiva ou apenas levemente triste e reflexiva, mas sempre será triste e reflexiva. É improvável, sem mudanças, torná-la alegre e engraçada. "A Pantera Cor de Rosa" é uma música jazz com bastante intensidade e variação rítmica e melódica. É, de certa forma, "enigmática". O tema de "Carruagens de Fogo" tem um tema claro e simples que se repete inúmeras vezes. Algumas músicas têm um efeito mais notório e consensual quanto ao sentimento que nos imputam, outras podem trazer diferentes sentimentos a diferentes pessoas, de acordo com seus temperamentos e a toda a carga sentimental armazenada na memória e que é ativada por algum aspecto da música, como a letra, associações com imagens e situações ocorridas correlacionadas com algo na música. Enfim, a música é um poderoso modo de mexer com o ser humano e a sua escolha deve ser muito bem avaliada, principalmente na igreja.

Escolha bem a sua música, execute com todo o seu talento e o resultado será sempre surpreendente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

 
Free Counter
Free Counter